Sexta-feira, 12 de Outubro de 2012
AS EVOLUÇÕES TECNOLÓGICAS UMA REALIDADE – deixo aqui uma pequena reflexão

A growing number of authors believe that the new generation of students is fundamentally different from former generations, mostly because of changes in their media consumption patterns. Contemporary students – also referred to as ‘‘digital natives” (Prensky, 2001), ‘‘the net generation” (Oblinger & Oblinger, 2005), ‘‘screenagers” (Rushkoff, 1997), ‘‘millenials” (Howe & Strauss, 2000), and even as the ‘‘gamer generation” (Beck & Wade, 2004) – have never experienced a world without ICT. They grow up with hypertexts, social networking programs and video games. Thus it is claimed that these students have gained specic technical skills, new ways of thinking, and different learning preferences, which require a new educational approach (Oblinger & Oblinger, 2005; Prensky, 2001).

Citado no artigo de

Bourgonjon, J., Valcke, M., Soetaert, R. & Schellens,T. (2010).Students’ perceptions about the use of video games in the classroom. Computers & Education. Vol. 54, pp. 1145–1156

 

A questão das “realidades” depende da realidade onde nos inserimos. As evoluções tecnológicas são de um modo geral globais no entanto a sua aplicação é na realidade de lugar para lugar distinta. Muito distinta.

 Prensky, Oblinger, Rushkoff, citados nesse artigo, e tantos outros nunca experienciaram observar, provavelmente, um mundo sem energia elétrica, onde vivem multidões sem acesso fácil à água e sem acesso a novas tecnologias, sem sistemas bancários disponíveis, onde se tenta a “bancarização” da economia e ainda em lugares mais remotos onde se tenta estabelecer a “monetarização” pois a prática em largas camadas da população é a troca direta (serviços de tratamento de gado por feijão; milho por galinhas…). Ora aí também há estudantes e escolas.

 As novas gerações a que alguns autores chamam ‘‘digital natives”, ‘‘net generation”, ‘‘screenagers” volta de novo à questão geopolítica (e não é o mais das vezes necessário mudar de país) onde largas camadas de gente nova não tem acesso a condições sanitárias condignas.

 A corrente que contesta a assunção que os jovens estão constantemente imersos nas novas tecnologias bem como dos que reclamam que são necessárias mudanças dramáticas no sistema educacional decerto observaram uma outra “realidade” onde larga camada de jovens não estão imersos nas novas tecnologias e para estes temos de ter a resposta “adequada” para o processo de ensino.

Obrigada,

trabalho individual de TCEdu

 




.mais sobre mim
.pesquisar neste blog
 
.Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Classificações finais

. Congratulações

. Desenvolvimento de Ambien...

. Trabalho Individual

. Trabalho individual - Mob...

. M-learning & Serious Game...

. M-learning & Serious Game...

. Trabalho Individual - Exp...

. Aula de microscopia com R...

. Mobile learning: Consider...

.arquivos

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos
blogs SAPO
.subscrever feeds